Identidade visual para negócios (Diego Mourão da Escandi) - TRACIONE

No nosso segundo episódio do podcast “Tracione Seu Negócio”, o tema foi “Identidade visual para negócios“. Nosso CEO, Felipe Martins, conversou com o CEO da Escandi, Diego Mourão, sobre o tema.

Em um papo extremamente leve, descontraído e de altíssimo nível, eles conversaram sobre vários temas acerca da parte visual de uma marca, inclusive, Diego Mourão inicia o podcast explicando a diferença entre branding, identidade visual para negócios e marca.

Marca

“Começando pela marca, que pode ser chamada por marca, logomarca, logotipo, logo, várias nomenclaturas, e é o desenho da marca, a parte menor, mas fundamental, pois é como se fosse o rosto da empresa, o cartão de visita. A marca é a primeira ‘coisa’ que o cliente vê da empresa.”

Identidade visual para negócios

Contempla toda a parte visual da marca. A identidade visual para negócios são os materiais de papelaria, materiais gráficos de embalagem, de fachadas, de redes sociais. A identidade visual é “maior” que a marca, e diz respeito à parte visual de como trabalhar a marca.

Branding

O branding é o modelo de gestão, fazer a marca ‘marcar’ cada vez mais. Ele entra em um modelo que é mais orientado a fazer a marca ser evidenciada, mas que se conecte e converse muito bem com o povo. Entra em uma esfera mais estratégica, pois pode envolver várias coisas, como os próprios sentidos humanos, como audição, olfato, visão, etc.”

Outro ponto muito importante de identidade visual para negócios discutido no podcast foi a importância de investir bem na construção da marca.

Os empresários, de maneira geral, investem quase todo o orçamento na estrutura e em outros pontos da empresa e, por último, investem o que sobrou do dinheiro na marca, (geralmente, um orçamento minúsculo).

Um grande erro, segundo Diego Mourão, pois essa dinâmica deveria ser o contrário: investir primeiro na marca e identidade visual para negócios, pois é o que moldará a percepção dos clientes sobre a sua empresa frente ao mercado.

“Para uma empresa que quer ter clientes maiores e se comunicar com clientes maiores, tem que estar no mesmo nível de trabalho visual. Os grandes contratam os grandes, e eles contratam pelo que eles percebem. Você não precisa ser grande para ser contratado pelos grandes.”

E para completar o assunto, Felipe Martins comenta:

“Isso vira uma vantagem competitiva também. Mesmo sem ter muita estrutura, se você tem uma estruturação de marca, de site, de logo e de identidade visual como um todo, mostra que é uma empresa grande. Como o primeiro contato do paciente que está do outro lado é através de um site, de um anúncio, isso tudo conta de maneira positiva antes dele chegar no consultório.”

E, para finalizar, Diego Mourão mostra e comenta vários exemplos de reformulações de identidades visuais para negócios, marcas e branding de grandes marcas do mercado, como a Fiat, Nubank, Gol Linhas Aéreas Inteligentes, e o Quinto Andar, além de clientes da sua própria agência, a Escandi.

Não perca esse papo! Clique aqui, ou assista ou ouça logo abaixo o segundo episódio do podcast “Tracione Seu Negócio”!

https://www.youtube.com/watch?v=vAbRmqpHqqM
https://open.spotify.com/episode/3HM1Y57axyuvSIEDlE47VV
Novos episódios toda quarta-feira, às 19 horas!
tendências-de-marketing-digital
Avatar of Felipe Martins
Author

Sou Estrategista de Marketing Digital e sócio executivo na Tracione. Te ajudo a atrair oportunidades certas para sua empresa.

Pin It